quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Problema de ter que começar

O erro é sempre pensar onde começar a escrever
Como se fosse suposto haver um início
Se o suposto é deixar fluir, viver, amadurecer
Em vez de morrer nas trovas e trocas do preconceito
Conceituados são os que criam a palavra suposta
A mulher que não existe mas bem composta
Pelo menos de nomes, pelo menos de adjectivos
Substantivos substanciados numa teoria pelo não existir
Quase que escrever fosse como se me estivesse a vir

Sem comentários:

Enviar um comentário