segunda-feira, 21 de julho de 2014

Poema de Criança

Lembra-te de mim
Quando fores viajar
Traz-me uma recordação de alto-mar
Um furacão ou algo assim

Traz por favor para eu brincar
Para dois segundo ser como deus
Rouba o vento nem o tens que comprar
Vai comigo na memória para que eu possa rezar
A Buda, Alá ou talvez a Zeus

Sem comentários:

Enviar um comentário