quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Beira Mar

Na calma da noite
Desaparece a espuma
E vão as ondas
Sobra areia
Maré baixa pouco molhada
Presa na atenção dos pés
Que caminham a noite pisada
E as suas marcas
Vão e voltam como as marés
No tempo de passear

1 comentário:

  1. Olá, muito bom seu blog :D
    Poderia dar uma olhadinha no meu?
    http://wordsbyalonelyguy.blogspot.com.br

    ResponderEliminar