quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Fitzgerald

Ficaste velha numa voz tão nova
Onde estás agora que os clubes chamam por ti?
Os círculos de tabaco esvoaçam e se desvanecem  procurando-te pelo mundo
Os copos vão te guardando a cadeira cantando por ti
Os vestidos dançam nos bastidores como se por ti ainda estivessem vestidos
E o microfone nunca conseguimos desligar pois ele zumbiu saudade
Onde estás Ella de voz rouca?
Volta para cantar um dia só para mim
Não deixes que a tua morte seja o teu fim
Volta que para cantar a minha voz ainda é pouca

Sem comentários:

Enviar um comentário