segunda-feira, 20 de julho de 2015

Karma

Tanto trabalho
Para nada
Tanto esforço e dedicação
Para nada
Tanta confusão na despedida
Para ficar
Tudo igual
Como querias
Viver o expoente do normal

Sem comentários:

Enviar um comentário