sábado, 13 de dezembro de 2014

Premonições

Bruxas que inundam a terra
Maternalmente dão de comer
Mamas frias a tanta gente

Congelando as almas
Levando o futuro ao pobre
Deixam o pobre por contente

Premonições vendidas em baralhos
Afirmações que alhos são bugalhos
Declarações de esperança
Um futuro que nos olha como pai
E eu apenas criança

Sem comentários:

Enviar um comentário