quinta-feira, 24 de julho de 2014

Quase Férias

Já sinto as correntes a desprenderem-se de obrigações
Liberdade condicional para já
Liberdade futura sem restrições
Sem recolha obrigatória
Nem hora de acordar
Liberdade provisória
Com olhos em Setembro
E mão opara trabalhar

Sem comentários:

Enviar um comentário